Geomembranas

O produto mais eficaz na proteção do meio ambiente


  As geomembranas, também chamadas de manta de polietileno de alta densidade – PEAD – vêm se destacando no cenário internacional como os revestimentos impermeabilizantes de melhor performance para a proteção do solo e de aqüíferos da contaminação por líquidos ou gases poluentes.
 

Aplicações  

Há uma variedade de utilizações para as geomembranas, entre as quais:

- Aterros sanitários (base e cobertura)
- Lagoas de vinhaça

- Tratamento de resíduos industriais (base e cobertura de lagoas)
- Canais de irrigação e adução
- Lagos ornamentais
- Reservatórios para a água enterrados ou elevados
- Lagoas para piscicultura
- Mineração
- Reservatórios subterrâneos para tanques de combustíveis
- Fundo ou base de tanques de combustível
- Revestimento de túneis
- Barragens de terra e de concreto
- Revestimentos especiais de estruturas de aço e de concreto


 

Lagoa de Vinhaça em usinas de cana de açucar

Revestimento de Canal


Coberturas de Valas
com Geomembranas

As geomembranas  

As geomembranas de PEAD, também chamada de manta de polietileno de alta densidade, são consideradas o produto mais eficaz na prevenção da poluição ambiental, tendo o seu uso exigido pelos orgãos ambientais, para diversos tipos de obras. Essa exigência se deve a sua alta resistência a maioria dos produtos químicos, aliada a uma boa resistência mecânica e aos raios ultra-violeta.

Quanto ao acabamento superficial, a geomembrana  pode ser: lisa nas duas faces, lisa em uma face e texturizada na outra, ou texturizada nas duas faces.

A cor normalmente usada é a preta, no entanto está crescendo a utilização da cor branca em uma das faces, para minimizar o efeito da dilatação térmica e facilita a identificação visual de eventuais danos.

 

Instalação    

A instalação da geomembrana é simples e rápida.

A sua ancoragem, em valas escavadas no solo, é feita em canaletas, abertas na superfície do terreno, distantes da borda do talude da vala de 0,50 a 1,0 m, dependendo da inclinação e da altura do talude. As uniões (emendas) dos rolos são efetuadas por fusão térmica através de máquinas especiais de dois tipos: cunha quente, para soldas lineares e extrusora, para detalhes e uniões especiais.
 

O sucesso de uma obra impermeabilizada com geomembrana esta na qualidade da instalação, a qual deve ser rigorosamente controlada.
 
 

Exemplos de aplicação

 - Aterros Sanitários e Valas de Resíduos Perigosos: as espessuras mais utilizadas, mundialmente, são: 2,0 mm para aterros sanitários e 1,50 mm para resíduos industriais, usando geralmente nestes casos duas camadas de geomembrana, separadas por uma camada drenante ou uma geonet.

 
 

 

Lagoas de Vinhaça: a geomembrana é usada como revestimento do solo e taludes da lagoa de armazenamento de vinhaça e nas canaletas que transportam a vinhaça.


 
Detalhe do tubo de entrada da lagoa de vinhaça

Mineração: a geomembrana é usada como revestimento do solo nas bases das pilhas de lixiviação, nas canaletas que transportam o líquido lixiviado e nos lagos de armazanamento desse líquido. A lixiviação é feita com produtos químicos altamente poluentes, como o sulfato de cobre.


 
Contenção Secundária de Ductos

Reservatórios Enterrados para Tanques de Combustível: A geomembrana é usada para revestimento da vala na qual os tanques serão colocados juntamente com uma camada drenante. Se houver vazamento a geomembrana protegerá o solo e o aqüífero da contaminação.


 
Revestimentos de Reservatórios
enterrados (Koerner, 1994)

Revestimentos Especiais para Aço e Concreto: Estruturas de aço e concreto são muito vulneráveis a ataques de produtos químicos. A proteção contra a degradação pode ser feita revestindo-se essas estruturas com uma geomembrana especial de PEAD. Para revestimento de concreto, a geomembrana possui saliências em uma das faces, que permite sua ancoragem no mesmo.
 


Revestimentos especiais para
Aço ou Concreto

 

Propriedades da Geomembrana de PEAD
 
Propriedades Metodologia Unidade 0,5mm 0,8mm 1,0mm 1,5mm 2,0mm 2,5mm
Espessura
ASTM D5199
mm nominal nominal nominal nominal nominal nominal
Densidade(mín.) ASTM
D1505/D792
g/cm³ 0,94 0,94 0,94 0,94 0,94 0,94
Resistência à tração no escoamento (méd.mín.) (1) ASTM D6693
Tipo IV
kN/m 8 12 15 22 29 37
Deformação no escoamento (méd.mín.) ASTM D6693
Tipo IV
% 12 12 12 12 12 12
Resistência à tração na ruptura (méd.mín.) ASTM D6693
Tipo IV
kN/m 13,5 22 27 40 53 67
Deformação na ruptura (méd.mín.) ASTM D6693
Tipo IV
% 700 700 700 700 700 700
Resistência ao Rasgo (méd.mín.)
ASTM D1004 N 63 93 125 187 249 311
Resistência ao Puncionamento (méd.mín.) ASTM D4833 N 160 240 320 480 640 800
Resistência à Fissuração Mecanoquimica (2) ASTM D5397 Hora 300 300 300 300 300 300
Teor de Negro de Fumo ASTM D1603 (3) % 2-3 2-3 2-3 2-3 2-3 2-3
Dispersão de Negro de Fumo ASTM D5596 - Nota(4) Nota(4) Nota(4) Nota(4) Nota(4) Nota(4)

Tempo de Indução Oxidante (OIT padrão) (5)

(OIT de alta pressão)

ASTM D3895

ASTM D5885

minutos

100

400

100

400

100

400

100

400

100

400

100

400

Envelhecimento no forno a 85°C (5) (6)

OIT Padrão - % retido após 90 dias

OIT de alta pressão - % retido após 90 dias

D5721

ASTM D3895

ASTM D5885

%

 

55

80

 

55

80

 

55

80

 

55

80

 

55

80

 

55

80

Resistência a Ultra Violeta (UV) (7)

OIT Padrão

OIT de alta pressão - % retido após 1600horas (9)

GM11

ASTM D3895

ASTM D5885

%

 

N.R.(8)

50

 

N.R.(8)

50

 

N.R.(8)

50

 

N.R.(8)

50

 

N.R.(8)

50

 

N.R.(8)

50

nom. (mil) (1) Os valores médios da direção da máquina (MD) e da direção transversal da máquina (XMD) devem ser na base de 5
corpos de prova para cada direção.
O alongamento de escoamento é calculado utilizando-se um comprimento padrão de 33 mm.
O alongamento de ruptura é calculado utilizando-se um comprimento padrão de 50 mm.
(2) A tensão de escoamento utilizada para calcular a carga aplicada para o teste SP-NCTL deve ser o valor médio do fabricante
através do teste do CQF.
(3) Outros métodos tais como o D 4218 (forno de mufla) ou métodos de microondas são aceitáveis desde que uma correlação
apropriada para o D 1603 (forno tubular) seja estabelecida.
(4) A dispersão do negro de fumo (somente perto de aglomerados esféricos) para 10 visões diferentes: 9 na Categoria 1 ou 2 e 1 na
Categoria 3.
(5) O fabricante tem a opção de escolher qualquer um dos métodos de OIT listados para avaliar o conteúdo de antioxidante na
geomembrana.
(6) Também é recomendado avaliar amostras em 30 e 60 dias para comparar com a resposta dos 90 dias.
(7) A condição do teste deve ser de 20 horas. Ciclo de UV a 75°C seguido de 4 horas de condensação a 60°C.
(8) Não recomendado uma vez que a alta temperatura do teste OIT Padrão produz um resultado irrealista para alguns dos
antioxidantes nas amostras expostas a UV.
(9) A resistência da UV é baseada no valor de retenção percentual independentemente do valor original do OIT de Alta Pressão.

Disponível em rolos de:
  Largura: 5,90m ou 7,00m
  Comprimento: 50m ou 100m